Cree en grande.
CONMEBOL

Workshop médico: Estabelecendo o curso para uma CONMEBOL Copa América segura

Workshop médico: Estabelecendo o curso para uma CONMEBOL Copa América segura

A CONMEBOL, através de sua Comissão Médica e Unidade Antidopagem, realizou nesta quinta-feira o Workshop de Assuntos Médicos da CONMEBOL Copa América 2021, com o objetivo de planejar, ajustar e revisar as disposições médicas, antes do início do torneio de seleções mais antiga do mundo.

No espaço virtual compareceram profissionais médicos das equipes participantes, Gerentes de Equipe, Coordenadores-Médicos Gerais e Coordenadores-Médicos Locais, assim como profissionais responsáveis de diferentes áreas da CONMEBOL.

A eficácia de quase 99% do protocolo sanitário, juntamente com a aplicação de vacinas, que proporcionam uma imunização massiva de toda a esfera do futebol sul-americano, apontam o caminho para uma CONMEBOL Copa América segura para todos os protagonistas, colaboradores, organizadores e, eventualmente, para os espectadores nos estádios.

"Fomos a primeira confederação que entendeu a situação e decidiu suspender seus campeonatos, mas durante esse tempo, graças à ajuda de vocês, e digo com orgulho, desenvolvemos um dos protocolos sanitários mais seguros do mundo, que nos permitiu terminar nossos torneios com segurança e êxito", manifestou Alejandro Dominguez, Presidente da CONMEBOL, na cerimônia de abertura.

Sob a gestão do Presidente Dominguez, a CONMEBOL obteve as vacinas de imunização contra a COVID-19 e iniciou a aplicação em massa a todos os componentes do futebol sul-americano, demonstrando um forte compromisso de proteção à saúde.

"Batemos em várias portas buscando uma melhor segurança sanitária para todos". Hoje podemos dizer que conseguimos isso e somos a única organização civil no mundo a ter obtido um lote de vacinas para nossos jogadores, corpo técnico e colaboradores", enfatizou o Presidente Dominguez.

O Workshop continuou com palavras de incentivo e agradecimento de Gonzalo Belloso, Secretário-Geral Adjunto de Futebol e Diretor de Desenvolvimento, e Osvaldo Pangrazio, Presidente do Comitê Médico e da Unidade Antidopagem da CONMEBOL.

"Parece-me que o Presidente Dominguez foi bastante claro e só posso acrescentar meus agradecimentos pelo trabalho de todos vocês, que foram nossos heróis nesta batalha", disse Belloso.

Hugo Figueredo, Diretor de Competições da CONMEBOL e Iñaki Alvarez, Gerente Operacional da CONMEBOL Copa América, explicaram sobre o regulamento, o processo de trabalho, a estrutura da equipe e as questões organizacionais do torneio.

Dr. Pangrazio, por outro lado, deu orientações e explicou o protocolo de segurança sanitária que estará em vigor durante o campeonato. Ele falou sobre os pontos de crise, os processos de avaliações médicas pré-competição, monitoramento de lesões graves e traumatismo craniano (TCE), bem como os controles antidoping em-competição e fora-de-competição.

Antes do final, cada médico teve a oportunidade de fazer perguntas para tirar todas as dúvidas com vistas ao início da competição continental, que acontecerá de 13 de junho a 10 de julho, em cidades da Argentina e da Colômbia.

 

 

 

 

CONMEBOL.com