Cree en grande.
CONMEBOL

Peñarol e Bragantino na festa das semifinais

Peñarol e Bragantino na festa das semifinais

Peñarol somou-se ao Bragantino ao classificar, nesta quarta-feira, às semifinais da CONMEBOL Sudamericana-2021, após deixar o peruano Sporting Cristal no caminho.

Com 5.000 pessoas nas arquibancadas, no primeiro jogo com público em Montevidéu em mais de um ano por causa da pandemia da covid-19, o 'carbonero' derrotou o Cristal por 1-0. Na ida em Lima, Peñarol começou a fechar a série com um triunfo de 3-1.

Nas semifinais, o time 'charrua' enfrentará o vencedor do confronto entre o brasileiro Athlético Paranaense e Liga de Quito, que ganhou por 1-0 na ida.

Red Bull Bragantino é o outro time que já está nas semifinais, após derrotar o argentino Rosário Central em casa por 1-0 na terça-feira, fechando a série que começou com triunfo brasileiro 4-3.

Na quinta-feira conhecerá o vencedor do duelo entre Liga e Paranaense e o semifinalista que sairá do jogo em Assunção entre Libertad e Santos, que venceu na ida por 2-1.

-Números do jogo-

  • Peñarol está agora em uma racha de 3 vitórias consecutivas contra o Sporting Cristal em competições CONMEBOL. É sua maior marca de vitórias contra a equipe peruana. Sporting Cristal continua sem poder vencer times uruguaios em competições CONMEBOL (5E 3D).
  • Peñarol disputará suas primeiras semifinais em competições CONMEBOL desde 2011. Naquele ano, confrontou o Vélez Sarsfield na CONMEBOL Libertadores e avançaram de fase, classificando para a final.
  • Sporting Cristal ficou fora da CONMEBOL Sudamericana. Não obstante, os peruanos tiveram sua melhor atuação em competições CONMEBOL desde 2014 (quartas de final da CONMEBOL Libertadores).
  • Kevin Dawson defendeu os 3 chutes a gol que recebeu no dia de hoje contra Sporting Cristal, superando sua média de defesas por jogo que é de 2.42. É seu quinto jogo mantendo o arco em zero na competição e soma, no total, 29 defesas na atual CONMEBOL Sudamericana.
  • Peñarol recebeu 10 finalizações (3 chutes a gol) e não sofreu nenhum gol. É a segunda vez nesta edição que chega a dois dígitos de disparos totais recebidos e mantém seu arco imaculado (24 disparos recebidos x Corinthians, sem sofrer gol).

 

 

 

AFP/OPTA