Cree en grande.
CONMEBOL

Equador ganha do Paraguai 2-0

Equador ganha do Paraguai 2-0

A seleção do Equador recuperou o caminho do triunfo nesta quinta-feira ao derrotar o Paraguai por 2-0 na altura de Quito, na nona jornada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo Catar-2022.

Um gol de Felix Torres aos 88 minutos e outro de Michael Estrada aos 95’ fecharam a vitória do Equador sobre o Paraguai, nesta quinta-feira.

A 'Tricolor' chegou a 12 pontos de 21 possíveis e deixou o Paraguai com 7, fora da zona de classificação.

A 'Albirroja' apostou no empate em um terreno difícil; embora terminou derrotado nos minutos finais e ficou com as mãos vazias, após um desgaste interessante em Quito.

Com o resultado, a 'Tri' se aproxima ao topo e toma ar para o encontro mundialista.

- Números do jogo -

  • Equador nunca perdeu do Paraguai como local em Eliminatórias CONMEBOL (7V 2E). A outra seleção CONMEBOL que nunca ganhou no Equador em Eliminatórias é a Bolívia (1E 6D).
  • Equador e Paraguai nunca empataram zero a zero em Eliminatórias CONMEBOL e as duas seleções anotaram gols em 14 dos 17 jogos que disputaram nesta competição. Nas três partidas que uma das equipes não anotou, repartiram as vitórias: duas a favor do Equador (hoje e em maio de 1981) e uma do Paraguai (novembro de 1996).
  • Equador conseguiu manter seu arco intacto em Eliminatórias após 12 encontros consecutivos recebendo gols (3V 9D).
  • En Eliminatórias CONMEBOL, Equador venceu os últimos 12 jogos que manteve seu arco em zero.
  • O primeiro chute a gol do Equador contra o Paraguai foi aos 87 minutos e serviu para abrir o placar (Félix Torres). O segundo foi em menos de 7 minutos após o primeiro (94:29) e também foi gol (Michael Estrada).
  • Equador recebeu 6 finalizações totais do Paraguai na vitória de hoje. Desde 2011, só em um encontro contra o Chile (3) e outro contra a Bolívia (5) de 2012, Equador recebeu menos finalizações que no triunfo desta tarde, que iguala a marca das finalizações recebidas em outros três jogos (versus Bolívia em outubro de 2015, versus Paraguai em março de 2017 e versus Uruguai em outubro de 2020)

 

 

 

AFP / EFE - OPTA