Cree en grande.
CONMEBOL

CONMEBOL Sul-Americana 2017 terá seu campeão

CONMEBOL Sul-Americana 2017 terá seu campeão

Com um Maracanã de gala e a final ainda aberta, o Flamengo tenta usar as últimas forças do ano para tentar tirar do Independiente o 2-1 que conseguiu na ida e assim conquistar sua primeira Copa Sul-Americana. O "Rojo de Avellaneda" está pronto e determinado a ganhar como visitante. O jogo começará às 21h45m no Maracanã no Rio de Janeiro.

- O templo do aliado -

O Fla não estará sozinho na batalha. Ele será acompanhado por mais de 60 mil torcedores que se aglomerarão no Maracanã para empurrá-lo para seu primeiro título internacional em 18 anos. Desde a final da Copa do Mercosul que perdeu em 2001 para San Lorenzo, a equipe mais popular no Brasil não voltou a uma decisão continental, e ninguém quer perder.

Nem a derrota na ida esfriou o 'Mengão', que deixou Buenos Aires se sentindo muito vivo. Ao primeiro gol de Rever (8 ') responderam os chutes de Gigliotti (29') e Meza (53 '), mas a fúria dos "demônios vermelhos" amornou no último tramo, deixando a final completamente aberta.

"O otimismo é muito grande, mesmo porque é maior em uma seção do jogo, longe de casa. Agora jogamos com nossos torcedores. Nas finais não há bolas perdidas ou cansaço. Faremos tudo para poder dar uma virada", disse o volante Éverton Ribeiro.

Discreto na ida, o 'Fla' depende tanto dele como do seu meio-campista Diego ou do atacante Vizeu para assumir o controle de um jogo que precisa ganhar por mais do que um gol, e em que estarão sem seu atacante Paolo Guerrero, suspenso um ano por dopagem.

- O Rei de Copas está com fome - 

O clube sul-americano com mais títulos internacionais, Independiente não ganhou uma copa para a vitrine mais invejada do continente há sete anos, desde o Sul-Americano de 2010.

Muito tempo para os "demônios vermelhos", que esgotaram os 4.000 ingressos disponíveis para eles e já estão começando a se desdobrar para o Rio sonhando com o segundo 'Maracanaço', depois da Supercopa que eles tiraram do Flamengo em 1995.

"Se vendemos 15.000 ou 20.000 ingressos não ficarei surpreso", disse o treinador Ariel Holan, para quem este time "é o verdadeiro independente".

Vencedor de sete Libertadores, quatro delas consecutivas na década de 70, o "Rei dos Copas" conquistou três vezes a Copa Inter-Americana, duas vezes a Supercopa Sul-Americana, uma vez a Copa Sul-Americana e a Recopa Sul-Americana e duas vezes a Intercontinental.

E agora o Rei despertou.

 

"Independiente recuperou muitas coisas, entre elas a mística", disse o lateral Fabricio Bustos na terça-feira.

- Roda contra o trauma de 'Fla' -

No mesmo Maracanã, onde ele teve que ver há 22 anos, como o "vermelho" levantou a Supercopa amargando o centenário, o Flamengo deve enfrentar na quarta-feira um dos seus piores medos: outra festa argentina em casa. Mas agora o 'Mengão' tem um especialista internacional no banco como Reinaldo Rueda, que depois de seu complicado pouso no Rio há quatro meses está a um passo de salvar a campanha daquele 'Fla' que sonhava com essa glória no início do ano.

Campeão da última Libertadores e da última Recopa com o Atlético Nacional, além de ser finalista da Sul-Americana que acabou cedendo ao Chapecoense, o colombiano poderia levantar no Rio sua terceira Copa Continental em dois anos.

- 'Diabos' com sangue fresco - 

Enquanto o Flamengo acumula um ano cansativo que o fará jogar na quarta-feira seu 84º jogo do ano, o Independiente soma a metade. A frescura que o tornou letal na primeira etapa também contribui para o brilho de vários jovens talentosos, como o meio-campista Ezequiel Barco.

A última jóia da equipe, de 18 anos, teve grandes brilhos mas deixou de marcar na ida em Buenos Aires, então agora sonha com um "Maracanaço" antes do seu salto para a liga dos EUA que a imprensa argentina dá por certo .

Um plantel jovem, no entanto, tem a história "vermelha" muito clara.

"O Independiente já ganhou em 95 e marcou dois gols no jogo de ida, certo?", disse o atacante Maximiliano Meza, autor do segundo gol na ida, em entrevista ao jornal Olé.

- Posíveis alinhamentos e arbitros -

A partida se disputará na quarta a partir das 21:45 locais (23:45 GMT) no Maracanã do Rio de Janeiro e estará dirigido pelo árbitro colombiano Wilmar Roldán, assistido por seus compatriotas Alexander Guzmán e Cristian De La Cruz.

Flamengo: Cesar - Pará, Juan, Réver, Miguel Trauco - Gustavo Cuéllar, Willian Arao, Diego, Everton Ribeiro - Lucas Paquetá (Everton) e Felipe Vizeu. DT: Reinaldo Rueda.

Independiente: Campaña - Bustos, Franco, Amorebieta, Silva, Tagliafico - Rodríguez, Sánchez Miño - Barco, Meza y Gigliotti. DT: Ariel Holan.