Cree en grande.
CONMEBOL

Clássico sul-americano ganha destaque com jornada 6 eletrizante

Clássico sul-americano ganha destaque com jornada 6 eletrizante

A emocionante sexta jornada das Eliminatórias Sul-Americanas será disputada neste domingo, onde destaca o grande confronto entre as seleções do Brasil e da Argentina, em uma nova edição do clássico das Américas.

Uma jornada 'domingueira' com o melhor do futebol mundial. As seleções voltarão a estar em dia com o calendário de classificação rumo à Copa do Mundo Catar 2022.

- Jornada 6 -

Domingo 05/09

Brasil x Argentina

O clássico sul-americano será a grande atração da 6ª jornada das Eliminatórias à Copa do Mundo Qatar 2022.

Ambos invictos, separados por 6 pontos na zona mais alta da tabela, além da recente final da CONMEBOL Copa América 2021, onde a Argentina coroou-se campeã. São alguns temperos que darão sabor e emoção a esta nova edição do clássico sul-americano.

A Verde-Amarela chega a este encontro após vencer, como visitante, a seleção chilena por 1-0. Por outro lado, a Argentina venceu a Venezuela por 3-1 como visitante.

- Dados -

Estádio: Arena Corinthians (São Paulo)

Hora: 16:00 horário local

Árbitro: Jesús Valenzuela (VEN)

VAR: Jhon Ospina (COL)

- Antecedentes -

  • Argentina ganhou do Brasil nos últimos dois confrontos entre todas as competições. Não supera a Verde-Amarela em três partidas consecutivas desde as quatro vitórias de março de 1940 a dezembro de 1945. Por outro lado, a 'Albiceleste' nunca ganhou do Brasil em solo brasileiro nas Eliminatórias (1E 3D).
  • Brasil nunca perdeu como local nas Eliminatórias Sul-Americanas em 57 jogos disputados (45V 12E). Está em uma racha de 8 partidas sem receber gols em casa: se não sofrer nenhum gol, será a primeira seleção com um invicto de 9 partidas como local com o arco intacto na história da competição (8V).
  • Argentina está em uma racha de 6 jogos sem derrotas jogando como visitante nas Eliminatórias Sul-Americanas (4V 2E). Se não perder será seu intervalo mais longo sem ser derrotada nesta competição em 8 jogos disputados entre setembro de 2000 e outubro de 2003.
  • O jogador que mais infrações recebeu nas Eliminatórias Sul-Americanas até agora foi o Neymar: sofreu 25 faltas, com uma média de 5,4 por jogo, sendo também o líder neste indicador. O jogador que mais faltas realizou é, o também brasileiro, Douglas Luiz, com 18.
  • Lionel Messi, da Argentina, criou 16 chances de gol, mais que nenhum outro jogador nas Eliminatórias Sul-Americanas rumo ao Qatar 2022. Não obstante, nenhum desses passes terminou em gol: é o único que gerou mais de 9 chances e nenhuma terminou em assistência.

 

Uruguai x Bolívia

Uruguai receberá a Bolívia neste domingo na sexta jornada das Eliminatórias Sul-Americanas.

A 'Celeste' tentará se manter na posição de classificação, enquanto a 'Verde' irá em busca de entrar nos 5 primeiros lugares e, para isso, deverá conseguir uma vitória histórica em Montevidéu.

Bolívia soma 6 pontos, 3 a menos que o Uruguai, chegando a este confronto após um empate 1-1 com a Colômbia em La Paz. Por outro lado, os dirigidos do ‘Maestro’ Tabárez conseguiram um ponto em sua visita ao Peru.

 - Dados -

Estádio: Campeón del Siglo (Montevidéu)

Hora: 19:00 horário local

Árbitro: Eber Aquino (PAR)

VAR: Mario Díaz de Vivar (PAR)

- Antecedentes -

  • Uruguai nunca perdeu da Bolívia jogando como local em 15 jogos disputados em todas as competições (14V 1E), com 12 triunfos consecutivos. É o maior histórico de vitórias do Uruguai como local contra qualquer rival.
  • Uruguai está em uma racha de 29 partidas sem perder como local nas Eliminatórias Sul-Americanas contra qualquer outra equipe que não seja Argentina ou Brasil (20V 9E).
  • Bolívia não perdeu nos últimos 4 jogos de Eliminatórias (1V 3E), sendo sua melhor sequência sem conhecer a derrota no Século XXI, e a mais extensa desde que chegou a 6 entre outubro de 1996 e junho de 1997 (2V 4E).
  • Diego Godín, do Uruguai, realizou 25 desvios nas atuais Eliminatórias: é o líder neste indicador defensivo na atual competição.
  • A média mais alta de defesas por jogo nas Eliminatórias Sul-Americanas é dos goleiros da Bolívia: 3,7 defesas por jogo.

 

Equador x Chile

A seleção equatoriana recuperou o sorriso e quer continuar no caminho da vitória contra o Chile, que tentará se recuperar da dura queda em casa contra o Brasil.

Os equatorianos festejaram uma vitória de 2-0 sobre o Paraguai e continuam firmes dentro das posições de classificação, no terceiro lugar com 12 pontos.

'La Roja' com 6 pontos, por outro lado, deverá acordar e continuar dando briga por um boleto à Copa do Mundo; para isso terá que vencer a equipe equatoriana como visitante.

- Dados -

Estádio: Rodrigo Paz Delgado (Quito)

Hora: 16:00 horário local

Árbitro: Facundo Tello (ARG)

VAR: Patricio Loustau (ARG)

- Antecedentes -

  • Equador esteve 6 jogos sem poder ganhar do Chile como local nas Eliminatórias (5E 1D), porém após essa racha negativa, chegou a 5 vitórias consecutivas, que é sua sequência atual de triunfos contra esse rival. Nessas 5 partidas só recebeu 1 gol.
  • Equador não empata em 15 jogos nas Eliminatórias (5V 10D), e 10 dessas partidas foram como local (5V 5D).
  • Chile perdeu seus últimos 3 encontros sem conseguir marcar gols, entre todas as competições. É a segunda vez que atravessa uma racha de derrotas sem marcar desde o período de julho-setembro de 2017 (3D).
  • Equador é a seleção com maior porcentagem de gols por finalizações nas atuais Eliminatórias Sul-Americanas: 20,8% das suas finalizações terminaram em gols.
  • Paulo Díaz, do Chile, realizou 16 desvios de cabeça, mais que qualquer jogador nas Eliminatórias Sul-Americanas.

 

Paraguai x Colômbia

Um duelo prometedor. Paraguai voltará a ter outra chance para levantar a cabeça, desta vez contra a seleção colombiana, na sexta jornada das Eliminatórias Sul-Americanas.

A 'Albirroja', situada no sexto lugar com 6 pontos, tentará escalar na tabela em busca da classificação e para isso terá que derrotar a Colômbia, que chega a este confronto após empatar em La Paz.

A equipe de Eduardo Berizzo não conseguiu vencer o Equador em sua última apresentação e, portanto, precisa da vitória neste domingo ante seu público.

- Dados -

Estádio: Defensores del Chaco (Assunção)

Hora: 18:00 horário local

Árbitro: Raphael Claus (BRA)

VAR: Wagner Reway (BRA)

- Antecedentes -

  • Colômbia superou o Paraguai em suas últimas 5 visitas entre todas as competições. É a sequência de triunfos como visitante mais longa da Colômbia contra qualquer rival em competições. Se o Paraguai perder, igualará seu pior intervalo de derrotas consecutivas como local contra um mesmo adversário contando todos os torneios (6D x Brasil).
  • Paraguai tentará cortar seu pior intervalo sem vitórias como local nas Eliminatórias Sul-Americanas: 5 jogos sem vitórias em casa (2E 3D).
  • Colômbia acumula 4 jogos sem derrotas em todas as competições (1V 3E). Se não perder do Paraguai, será seu invicto mais longo desde as 9 entre junho e outubro de 2019.
  • Com um total de 21 duelos aéreos vencidos, Gustavo Gómez, do Paraguai, é o líder neste indicador entre todas as Eliminatórias Sul-Americanas.
  • Colômbia é a seleção com mais gols marcados no primeiro tempo (9) e nos quinze minutos iniciais dos encontros (5) das atuais Eliminatórias.

 

Peru x Venezuela

A 'Bicolor' irá em busca da vitória neste domingo contra a Venezuela, que deverá somar pontos se quiser conseguir seu primeiro boleto à Copa do Mundo.

Peru empatou em seu último confronto contra o Uruguai, e está na penúltima posição e acumula 5 unidades, 1 a mais que a 'Vinhotinto' que fecha a tabela de posições.

- Dados -

Estádio: Nacional (Lima)

Hora: 20:00 horário local

Árbitro: Luiz Quiroz (EQU)

VAR: Carlos Orbe (EQU)

 - Antecedentes -

  • Além de nunca ter perdido da Venezuela como local em todas as competições (10V 2E), Peru está em uma racha de 5 confrontos sem derrotas contra a Vinhotinto (2V 3E).
  • Venezuela buscará esquecer uma seca de 7 confrontos sem vitórias em todas as competições (3E 4D), a mais extensa desde os 8 entre novembro de 2016 e outubro de 2017 (6E 2D).
  • Após 2 jogos sem perder como visitante nas Eliminatórias (1V 1E), Venezuela tentará terminar com uma sequência de 3 derrotas consecutivas jogando fora de casa.
  • Peru é a única equipe das Eliminatórias que não marcou de pênalti. É a única seleção que não recebeu uma falta a seu favor dentro da grande área.
  • Venezuela é a seleção mais “limpa” das Eliminatórias Sul-Americanas: cometeu 84 faltas. Por outro lado, recebeu 18 cartões amarelos e uma expulsão: Luis Martínez, na última jornada contra a Argentina

 

 

 

 

CONMEBOL.com - OPTA