Cree en grande.
CONMEBOL

Brasil se despede de Tóquio 2020 após perder nos pênaltis ante Canadá

Brasil se despede de Tóquio 2020 após perder nos pênaltis ante Canadá

A seleção brasileira feminina disse adeus a Tóquio-2020 após perder do Canadá nos pênaltis 4-3 (empate 0-0), com a goleira canadense Stephanie Labbé fechando o passe às semifinais após defender os disparos de Andressa e Rafaelle.

Brasil se despede do seu sonho olímpico, desta vez nas quartas, como aconteceu em Londres-2012, longe do ouro que quase conseguiu nas finais de Atenas-2004 e Pequim-2008, quando perdeu dos Estados Unidos em ambas as ocasiões.

Cinco anos após o duelo pelo bronze do Rio-2016, vencido pelas canadenses, ambas as equipes voltaram a se encontrar em um duelo agressivo, onde nenhuma das duas seleções conseguiu marcar nos 120 minutos do tempo regulamentar e prorrogação.

- Os pênaltis decidiram -

A fase definitiva começou muito bem para o Brasil, com Bárbara adivinhando a intenção de Christine Sinclair e permitindo que sua seleção se adiantasse com o gol de Marta Vieira.

Após os disparos das capitãs, Jessie Fleming, Debinha, Ashley Lawrence, Érika e Adriana Leon anotaram seus respectivos lançamentos, até que chegou a vez de Andressa Alves.

A '21', que tinha entrado na prorrogação substituindo Duda, se encarregou do quarto disparo, que foi defendido por Stephanie Labbé.

O quinto do Canadá foi marcado por Vanessa Gilles, cedendo toda a pressão em Rafaelle, que repetiu o lado de Andressa e encontrou o mesmo final: Labbé defendendo para levar o Canadá à luta pelas medalhas pela terceira cita olímpica consecutiva, após os bronzes em Londres-2012 e Rio-2016.

Com este triunfo, Canadá confrontará na segunda-feira o vencedor do duelo entre Estados Unidos e Holanda, para lutar por um lugar na final.

 

 

 

AFP