Cree en grande.
CONMEBOL

Arsenal e Paranaense, últimos a garantir vaga nas oitavas

Arsenal e Paranaense, últimos a garantir vaga nas oitavas

Arsenal de Sarandi e Athlético Paranaense classificaram para as oitavas de final da CONMEBOL Sudamericana 2021, no encerramento da inédita fase de grupos que só coroou os melhores para a seguinte fase.

Grêmio, Athlético Paranaense, Independiente argentino, Peñarol, Libertad do Paraguai, Red Bull Bragantino, Rosario Central e Arsenal são os 8 classificados para as oitavas de final, ordenados pelos pontos que conseguiram em seus grupos.

Deportivo Táchira, Liga de Quito, o uruguaio Nacional, Junior de Barranquilla, Santos, Independiente del Valle, América de Cali e Sporting Cristal, completam o quadro das oitavas após classificar no terceiro lugar da fase de grupos da CONMEBOL Libertadores.

- Paranaense se despede do 'Lucho' Gonzalez-

O Athlético Paranaense confirmou sua classificação em casa, com uma goleada de 4-0 sobre o equatoriano Aucas. A festa de gols serviu para avançar às oitavas e para homenagear o seu capitão 'Lucho' González, que se retirou nesta quinta-feira após uma virtuosa e extensa carreira no futebol.

Argentino, 'Lucho' se retirou aos seus 40 anos após disputar os primeiros 5 minutos do encontro com o Furacão.

Já sem o meio-campista, Paranaense passou às oitavas de final ao terminar no topo do Grupo D com 15 pontos. O peruano Melgar, que empatou 0-0 com o venezuelano Metropolitanos (4) nesta quinta-feira em Lima, ficou no segundo lugar com 10 pontos, seguido pelo Aucas com 6.

-Números do jogo-

  • Athlético Paranaense venceu os 3 jogos que disputou como local contra equipes equatorianas em competições CONMEBOL. O time brasileiro marcou 7 gols e não recebeu nenhum.
  • O 4-0 sobre o Aucas é a maior goleada do Athlético Paranaense na história da CONMEBOL Sudamericana. O time anotou 4 gols em outras duas oportunidades, ambas contra times uruguaios: como local em 2006 (4-1) e como visitante do Peñarol em 2018 (4-1).
  • Athlético Paranaense não recebeu gols em suas 5 vitórias na atual edição da CONMEBOL Sudamericana. Além disso, sua única derrota foi no único encontro onde não conseguiu marcar (0-1 x Melgar na jornada 3 da fase de grupos).
  • Segunda vez na CONMEBOL Sudamericana que dois jogadores que ingressam do banco de reservas marcam gols para o Athlético Paranaense (Carlos Eduardo e Christian). A anterior foi em 2006, no 2-1 x Nacional (Pedro Oldoni e Marcos Aurélio).
  • Lucho González, do Athlético Paranaense, disputou o último jogo de sua carreira. O meio-campista disputou 38 partidas para o Athlético Paranaense em competições CONMEBOL, anotando 5 gols e contribuindo com duas assistências.

 

- Arsenal, surpresa do Grupo C -

Arsenal de Sarandi sorriu nesta quinta-feira ao conseguir o boleto para as oitavas de final, após derrotar o Bolívar por 3-1 em Buenos Aires.

Os argentinos passaram para a próxima fase graças a sua vitória e o tropeço do Ceará em Cochabamba, o time brasileiro foi superado, por 1-0, pelo boliviano Jorge Wilstermann que chegou à última jornada sem chances de avançar.

-Números do jogo-

  • Arsenal igualou o histórico com o Bolívar no quarto duelo entre ambos os times na CONMEBOL Sudamericana: ganharam dois cada um, e sempre venceu o que jogou como local.
  • Com a vitória do Arsenal, os times argentinos nunca perderam como locais contra equipes bolivianas em competições CONMEBOL em 72 jogos (64V 8E).
  • Arsenal disputou sua partida 19 como local na CONMEBOL Sudamericana. Só perdeu duas vezes: x América do México, na final de 2007, e x Universidad de Chile 2-1 em 2011 (9V 8E 2D).
  • Arsenal perdeu só 1 dos últimos 11 encontros que disputou como local na CONMEBOL Sudamericana (7V 3E 1D): x Universidad de Chile por 2-1 na edição 2011.
  • Arsenal marcou 3 gols na CONMEBOL Sudamericana pela sétima vez em sua história na competição e ganhou os 7 jogos que marcou esse número de gols (7V). Foi a terceira vez jogando como local, os outros 4 foram como visitante.

 

-Grêmio sem gols contra o La Equidad-

No Grupo H, Grêmio empatou sem gols com o La Equidad para avançar às oitavas de final, em um duelo disputado na cidade equatoriana de Ambato pela crise social da Colômbia.

-Números do jogo-

  • La Equidad conseguiu seu primeiro ponto em 4 jogos contra times brasileiros em competições CONMEBOL (1E 3D).
  • Grêmio acumula 3 partidas invicto jogando como visitante contra equipes colombianas em competições CONMEBOL (2V 1E). Só tinha vencido uma vez em suas anteriores 11 apresentações nesta condição contra representantes da Colômbia (1E 9D).
  • La Equidad empatou na CONMEBOL Sudamericana após 13 encontros (7V 6D). O último empate foi na edição de 2019 com o Independiente de Campo Grande do Paraguai (0-0).
  • Grêmio termina sua participação na fase de grupos da CONMEBOL Sudamericana como o time com maior média de gols (3.5, 21 gols em 6 jogos) e com maior eficácia de gols cara a cara com o gol rival (26%, 21 gols em 82 finalizações).
  • La Equidad é o primeiro time da fase de grupos da atual CONMEBOL Sudamericana que não recebe gols apesar de terminar o jogo com dois jogadores expulsos.

 

-Lanus e Aragua repartem pontos-

Lanus e Aragua também repartiram pontos ao dizer adeus para a CONMEBOL Sudamericana.

-Números do jogo-

  • É o primeiro empate do Lanus nos últimos 10 encontros na CONMEBOL Sudamericana (6V 3D). Não empatava na competição desde dezembro de 2020 quando empatou sem gls com o Independiente.
  • Lanus está em uma racha de 7 encontros consecutivos sem derrotas contra times venezuelanos em competições CONMEBOL. Só perderam uma vez (1-3 x Caracas FC na Libertadores de 2019).
  • O empate com o Lanus, quebrou uma racha de 5 derrotas do Aragua na CONMEBOL Sudamericana e conseguiu seu primeiro ponto na fase de grupos.
  • É o primeiro ponto do Aragua fora da Venezuela desde setembro de 2008 quando empatou 1-1 com o Guadalajara do México.
  • Lanus finalizou 19 vezes durante este encontro com o Aragua e 20 no jogo disputado na Venezuela: as duas partidas com mais finalizações do time 'Granate' na temporada (média de 11.7) incluindo a CONMEBOL Sudamericana e a Copa da LPF.

 

-Melgar diz adeus após empate com Metropolitanos-

O peruano Melgar de Arequipa empatou sem gols com o venezuelano Metropolitanos nesta quinta-feira em Lima e foi eliminado após disputar o último encontro do Grupo D que classificou o Athlético Paranaense.

-Números do jogo-

  • Melgar terminou com um histórico favorável contra o Metropolitanos na CONMEBOL Sudamericana. Nunca duelaram antes desta edição: os peruanos venceram na Venezuela e empataram hoje (1V 1E).
  • Melgar voltou a empatar um jogo da CONMEBOL Sudamericana após 11 partidas sem empates (7V 4E). Este foi seu segundo empate em 18 partidas na competição: o anterior foi com o Universidad Católica do Equador também por 0-0, na edição de 2019 (9V 2E 7D).
  • As equipes peruanas perderam duas oportunidades jogando como local contra times venezuelanos em 9 jogos (5V 2E 2D). O empate anterior tinha sido entre Alianza Atlético e Deportivo Anzóategui, por 0-0, na edição de 2009.
  • Melgar teve 20 disparos no empate com o Metropolitanos e não marcou nenhum gol. Nunca em sua história na CONMEBOL Sudamericana buscou o arco rival em tantas oportunidades.
  • Giancarlo Schiavone realizou 4 defesas para manter o arco intacto no empate com o Metropolitanos. Além de ser a primeira vez na fase de grupos que o seu time consegue manter o gol em zero, foi o terceiro encontro que realizou mais defesas.

 

-Ceará perde a oportunidade contra o Wilstermann e fica sem a Sudamericana-

O Ceará desperdiçou a chance de avançar para as oitavas de final ao perder 1-0 do local Jorge Wilstermann, já eliminado, na sexta e última jornada do Grupo C.

O único gol do encontro, disputado na cidade boliviana de Cochabamba (centro), foi obra do argentino Patricio Rodríguez aos 74 minutos de jogo.

-Números do jogo-

  • Após a vitória sobre o Ceará, Jorge Wilsterman venceu 5 das últimas 6 partidas que disputou como local contra times brasileiros em competições CONMEBOL (5V 1D).
  • Jorge Wilstermann conseguiu sua segunda vitória como local em sua história na CONMEBOL Sudamericana (4E 2D). Foi a primeira na fase de grupos e a primeira contra um rival não boliviano.
  • É a única derrota do Ceará nos últimos 6 encontros que disputou na CONMEBOL Sudamericana (2V 3E). O gol que recebeu do Jorge Wilstermann foi o único nos últimos 5 encontros da Sudamericana (1V 3E 1D).
  •  Jorge Wilstermann teve 20 finalizações na partida, isto é 4 vezes os disparos do jogo disputado no Brasil, quando só buscou o gol em 5 ocasiões.
  • Patricio Rodríguez anotou um gol, disparando em 5 ocasiões durante o encontro. É o jogo onde mais procurou o gol na atual Sudamericana. Anteriormente não realizou mais de 2 disparos por jogo.

 

 

 

AFP/OPTA